Crise: Melhores práticas de gestão para universidades

CRISE

Muitas instituições de ensino têm passado por problemas nos últimos anos, principalmente devido a crise financeira, política e social que ainda assola nosso país.

Além de afetar financeiramente a sociedade e, também, o pagamento de mensalidades, a crise interferiu diretamente nos investimentos público e privados em educação.

Apesar de toda a dificuldade gerada, é possível contornar os problemas e fortalecer sua universidade. Basta ter organização e planejamento detalhado.

Organização Financeira

Um bom planejamento financeiro, é o princípio para os que desejam minimizar os danos causados por uma crise.

É preciso que o gestor da universidade esteja com toda a sua atenção voltada em organizar a parte financeira da instituição, tendo total acesso e controle do fluxo de caixa.

Tendo ciência de todas as fontes de renda e de todos os gastos, é possível planejar a economia, diminuindo gastos em alguns setores e aumentando os investimentos em outros que contribuem para o aumento da receita.

A maior parte da verba das instituições de ensino vem das mensalidades, e a inadimplência em época de recessão aumenta consideravelmente. Para isso, é necessário deixar um profissional experiente responsável atender e tratar destes casos, sem prejudicar o planejamento financeiro.

Planejamento

Nos últimos meses do período letivo, deve-se começar a planejar o próximo período. É necessário tomar decisões com base em dados sólidos, a fim de diminuir a evasão e aumentar o número de matrículas, além de fugir da crise.

Faça uso de estratégias de marketing que não consomem muitos recursos e podem ser aplicadas na aquisição de novos alunos. Rematrícula e marketing educacional, costumam fazer parte do processo de planejamento semestral para fugir de qualquer crise, seja ela prevista ou não.

Parcerias

Estabelecer parcerias com outras empresas e instituições do ramo da educação, é uma boa medida a se tomar com intuito de adquirir vantagens para sua universidade e seus estudantes, ajudando na retenção e captação de alunos.

Manutenção da qualidade

Não é recomendável que se diminua o investimento na qualidade de ensino. Além de afetar a imagem da universidade no mercado, o aprendizado dos alunos é uma prioridade.

O seu público está sempre interessado pela qualidade que sua instituição oferece. A partir da organização e do planejamento financeiro, é preciso investir na qualidade do ensino, capacitando os seus professores, melhorando instalações ou incorporando a tecnologia à instituição de ensino.

Saiba mais sobre o Sistema de Gestão Educacional

O nosso Sistema de Gestão Educacional, oferece uma série de relatórios financeiros e gerenciais que facilitam a administração, oferecendo informações ágeis e confiáveis, torna possível uma melhor comunicação com os alunos e ainda oferece um ambiente e-learning dentre outras funções.

Caso queira saber mais sobre como o sistema de gestão educacional pode ajudar na otimização da instituição e consequentemente na motivação do corpo docente, fale com o nosso especialista ou deixe aqui seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *